Projeto de Avaliação Institucional

A avaliação institucional desempenha um papel fundamental na Faculdade Campos Elíseos – FCE. Sua função principal é analisar, monitorar e aprimorar a qualidade e a eficiência dos processos acadêmicos, administrativos e de gestão da FCE como um todo.

A avaliação institucional é um processo contínuo e sistemático que envolve a coleta de informações, a análise dos dados obtidos e a tomada de decisões com base nesses resultados.

As principais funções da Avaliação Institucional na FCE são:

1. Melhoria da qualidade: Através da avaliação, é possível identificar pontos fortes e áreas que necessitam de melhorias na instituição. Com base nos resultados, são propostas ações e estratégias para aprimorar a qualidade dos cursos, a infraestrutura, os recursos didáticos, a capacitação docente, entre outros aspectos.

2. Prestação de contas: A avaliação institucional permite que a FCE demonstre sua eficácia e eficiência para a comunidade acadêmica, órgãos governamentais e a sociedade em geral. Ao fornecer informações transparentes sobre suas atividades e resultados, a instituição presta contas sobre o uso adequado dos recursos públicos e privados.

3. Tomada de decisões: Os resultados da avaliação institucional embasam as decisões estratégicas da instituição. Com base nas análises e dados coletados, é possível identificar necessidades, definir prioridades, estabelecer metas e implementar ações para melhorar o desempenho acadêmico, a gestão administrativa, a pesquisa, a extensão e outras áreas da instituição.

4. Autoavaliação: A avaliação institucional promove a cultura de autoavaliação e autorreflexão na instituição. Ela encoraja a comunidade acadêmica a refletir criticamente sobre seus próprios processos, práticas e resultados, buscando constantemente a excelência e a inovação.

CPA - Comissão Própria de Avaliação

A Lei Federal nº 10.861, de 14 de abril de 2004, instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES), que preconiza que toda Instituição de Ensino Superior, pública ou privada, constituirá uma Comissão Própria de Avaliação (CPA), responsável pela autoavaliação da Instituição.
A composição, a duração do mandato de seus membros, a dinâmica de funcionamento e a especificação de atribuições da CPA da Faculdade Campos Elíseos está em consonância com o Regulamento Próprio, aprovado pelo órgão colegiado máximo da IES composta por representantes de todos os segmentos com a seguinte constituição:

I. O Presidente indicado pela Direção Acadêmica;
II. Um (1) representante do Corpo Docente da IES indicado por seus pares;
III. Um (1) representante do Corpo Técnico-Administrativo indicado pelos pares;
IV. Um (1) representante do Corpo Discente da IES indicado por seu órgão de representação;
V. Um (1) representante da Sociedade Civil Organizada sem vínculo empregatício.

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Presidente
Rubens Guilhemat

Representante Docente
Profa.MS. Cleuseni Hemelinda Carvalho

Representante Administrativo
Profa. Esp. Cláudia Regina Esteves

Representante Sociedade Civil Organizada
Juliana Genicolo Rocha

Representante Discente
Guilherme Rodomarques do Carmo Ferreira

Presidente
Rubens Guilhemat

Representante Docente
Profa.MS. Cleuseni Hemelinda Carvalho

Representante Administrativo
Profa. Esp. Cláudia Regina Esteves

Representante Sociedade Civil Organizada
Juliana Genicolo Rocha

Representante Discente
Guilherme Rodomarques do Carmo Ferreira

Relatórios de Avaliação

A divulgação do relatório de avaliação institucional é de extrema importância para a Faculdade Campos Elíseos por diversos motivos:

Transparência: A divulgação do relatório de avaliação institucional demonstra um compromisso com a transparência e a prestação de contas para a comunidade acadêmica, estudantes, corpo docente, funcionários e demais partes interessadas. Isso cria confiança e fortalece a credibilidade da instituição.

Compartilhamento de resultados: Ao divulgar o relatório, a FCE compartilha os resultados da avaliação com toda a comunidade acadêmica. Isso permite que todos os envolvidos conheçam as conclusões e recomendações, bem como entendam o que está sendo feito para melhorar a qualidade da instituição.

Engajamento da comunidade acadêmica: A divulgação do relatório de avaliação institucional pode incentivar o engajamento e a participação ativa da comunidade acadêmica nos processos de autoavaliação e melhoria contínua. Os membros da comunidade acadêmica podem se sentir mais envolvidos e responsáveis ​​pela qualidade e pelos resultados da instituição.

Feedback e diálogo: A divulgação do relatório abre espaço para o feedback e o diálogo entre a FCE e sua comunidade. Os membros da comunidade acadêmica podem expressar suas opiniões, fazer perguntas e contribuir com ideias para o aprimoramento da faculdade. Isso promove a cultura de participação e colaboração.

Accountability e melhoria contínua: Ao tornar público o relatório de avaliação institucional, a FCE se torna responsável por suas ações e resultados. A comunidade acadêmica pode acompanhar o progresso da instituição e cobrar a implementação das recomendações e melhorias propostas. A divulgação do relatório também reforça o compromisso da faculdade